Biodiversidade e Saúde - IOC

Programa de pós-graduação stricto sensu em biodiversidade e saúde

  • Diminuir tamanho do texto
  • Tamanho original do texto
  • Aumentar tamanho do texto
  • Ativar auto contraste
Início do conteúdo

A contemporaneidade vem exigindo maior especificidade para o tema biodiversidade e as interfaces de suas relações, contexto no qual foi criado o Programa de Pós-graduação Stricto sensu em Biodiversidade e Saúde do Instituto Oswaldo Cruz (IOC/Fiocruz), em 2010.

Credenciado com conceito 5 pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) para os níveis de mestrado acadêmico e doutorado, o Programa visa à formação de mestres e doutores capazes de atuar em Pesquisa, docência e atividades técnicas em estudos sobre a Biodiversidade e sobre os problemas de Saúde humana decorrentes das alterações ambientais naturais ou devidas à ação antrópica. Leia mais.

Destaques

Os seis programas que participaram da análise referente ao período 2013-2016 tiveram suas notas elevadas ou mantidas com pontuação máxima

Parceria Brasil-Moçambique forma 14 novos mestres. Há nove anos, a iniciativa estimula o estudo de questões de saúde que preocupam o país africano

Estudantes de graduação dedicaram o recesso de aulas em julho a uma imersão em temas da saúde pública durante os Cursos de Férias do IOC, que completam uma década de atividades com mais de 1.700 alunos

Eleito em julho de 2016, o grupo afirma estar preparado para lidar com a diversidade das demandas estudantis

RSS

Acompanhe as atualizações dos
Programas de Pós Stricto sensu do IOC

Apresentação

O Programa foi criado em 2010 visando formar profissionais que atuem em pesquisa, docência e atividades técnicas no campo da Biodiversidade. O coordenador Cleber Galvão explica.

Seleção e Disciplinas

Saiba mais como se inscrever

Informações Acadêmicas e Secretaria

Fique por dentro das atribuições acadêmicas, como direitos e deveres do aluno, dos benefícios que o IOC oferece a seus discentes, e muito mais

Voltar ao topoVoltar